Remédio Caseiro para Dor de Garganta

Alguns ótimos remédios caseiros para auxiliar a cura da garganta inflamada são os chás de plantas medicinais, gargarejos com água morna e os sucos de frutas cítricas como morangos ou abacaxi, que ajudam a desinflamar a região e a retirar os micro-organismos que podem estar presentes neste local.
No entanto, além adotar um destes remédios caseiros o que se pode fazer é proteger a garganta evitando tomar gelados e adotando uma alimentação pastosa, que não irrita a garganta durante a deglutição, como sopa morna, mingau e vitaminas à temperatura ambiente.
Os sucos são particularmente indicados para bebês e crianças porque são mais facilmente aceites e complementam o tratamento indicado pelo pediatra, que pode incluir anti-inflamatórios e anti-térmicos.

Remédios caseiros para dor garganta: com certeza você tem a cura para sua garganta inflamada em casa e não sabe!

A gente sabe o quão incômodo é ter a garganta inflamada e a consequente dor de garganta que acaba aparecendo no dia a dia. Se você mora em grandes cidades então, basta o clima estar seco para a poluição atmosférica aumentar e aparecerem os sintomas da famosa infecção na garganta. E não tem quem não se incomode com a dificuldade de comer qualquer coisa enquanto sofre com esse problema.

Mas antes de partir para os remédios tradicionais, você pode tentar remédios caseiros para a dor de garganta e obter bastante êxito. E o melhor de tudo isso é que esses remédios caseiros para dor de garganta podem estar nos alimentos que você tem em sua casa!

Confira no vídeo acima alguns remédio para dor de garganta, em seguida, acompanhe nossa lista de remédios caseiros para garganta inflamada. Eles são naturais, baratos e fáceis de serem preparados para aliviar a dor ou desinfeccionar. E lembre-se: se persistirem os sintomas, consulte um médico.

Quando sua garganta dói, isso quer dizer que as células da mucosa ficam inchadas e inflamadas. Com o gargarejo de água salgada, você diminui o inchaço por conta da principal função do sal, que é de extrair a água, e também ajuda a limpar o excesso de mucosa, além de permitir que o seu nariz entupido volte a drenar corretamente. Para isso, serão necessárias uma xícara de água morna e meia colher de chá de sal. Depois, esquente a água até que fique morna e misture com sal em um copo. Basta fazer o gargarejo e repeti-lo no máximo três vezes ao dia, conforme o necessário, sem ultrapassar esse número.

O muco é proteção e uma ação do corpo contra a presença de bactérias e vírus. Este sintoma é o um dos mais comuns de garganta inflamada. Se fizermos muito gargarejo com água salina, o sal irá limpar totalmente o muco, tirando assim a proteção natural do corpo e ressecando a garganta, o que pode causar irritações. Então lembre-se de nunca abusar – o gargarejo com sal é útil apenas para o alívio da dor.

Garganta inflamada é um problema corriqueiro mas que gera muito incômodo. A dor de garganta é um dos sintomas mais comuns e pode ocorrer em adultos ou crianças. Quando a pessoa surge com a garganta inflamada, o que não faltam são dicas de remédios caseiros que podem melhorar o problema mais rápido.

É importante ressaltar a diferença entre a garganta inflamada causada por infecções virais ou bacterianas. Isso porque os remédios caseiros são indicados apenas em casos de infecções virais na proposta de aliviar e tratar os sintomas apresentados. Para saber diferenciar e entender as suas peculiaridades, confira o nosso conteúdo completo sobre dor de garganta.

No caso da doença viral, é importante não usar antibióticos para tratá-las – pois eles eliminam apenas as bactérias, e não os vírus. Alguns tratamentos naturais são utilizados para a dor de garganta. Por isso, separamos alguns remédios caseiros que podem te ajudar a aliviar e tratar os sintomas:

Gargarejos com água morna e sal
A água morna pode ajudar a reduzir os sintomas de dor da garganta inflamada, o que já é um ponto positivo para o gargarejo. “Quando feito com sal e vinagre, o gargarejo traz uma alteração no pH, que pode favorecer o quadro”, explica Gorinchteyn. “Este tratamento, no entanto, não deve ser feito sozinho, pois não agirá tão rápido quanto os medicamentos alopáticos, podendo levar a piora do quadro, dependendo da causa”, finaliza o especialista.

Coloque a colher com o mel numa xícara, em seguida, despeje a água quente, certificando-se de que o mel saia todo da colher. Esprema o limão e adicione na xícara. Mexa bem e coloque no micro-ondas por cerca de um minuto.

Própolis
É um dos itens mais indicados quando o problema é garganta inflamada. Mas apesar de ser um aliado da melhora dos sintomas, principalmente a dor na garganta, ele não trata o problema sozinho. “Existem alimentos que até conseguem reduzir a inflamação, mas nunca de forma tão rápida e eficaz quanto os medicamentos alopáticos”, alerta Jean Gorinchteyn, especialista do Hospital São Camilo, em São Paulo.

Além disso, se você está tomando medicamentos e consegue uma melhora dos sintomas com o própolis, isso não significa que o problema está resolvido. Inclusive, considerar isso é parar de tomar a medicação pode piorar o quadro.

O própolis pode vir em diversas apresentações e concentrações: extrato, tintura e pó. Ele pode ser encontrado na forma de spray bucal, pastilhas, balas, suspensão, xaropes, cápsulas e em gotas. O própolis também pode ser manipulado na forma de cremes, pomadas e loções, além de ser adicionado a diversos produtos cosméticos. De forma geral a indicação para manter a imunidade em dia é de 30 a 40 gotas dissolvidas em um pouco de água ou mel. Para outras indicações é importante ouvir a recomendação médica. Ele pode ser tomado por todas as pessoas, sem exagerar na dose. A única contraindicação é alergia ao produto.

Gengibre
O gengibre é um alimento muito citado, por ser um potente anti-inflamatório. Só que mais uma vez, sua eficácia só é garantida contra os sintomas, não há nada que comprove que ele trata o problema. “A bala de gengibre, inclusive, estimula a salivação, lubrificando as cordas vocais e melhorando a condição do local onde a agressão está ocorrendo”, diz a infectologista Valéria Paes, do laboratório Pasteur, em São Paulo.

O gengibre pode ser consumido cru, em conserva, como chá de gengibre ou como óleo. Ele ainda é usado em alimentos e bebidas como agente aromatizante.

Chás: a infusão de pedaços frescos de gengibre é utilizada no tratamento de gripes, tosses e resfriados. Além de ser um relaxante eficaz, hidrata o corpo e ajuda a eliminar as toxinas, podendo ajudar também no emagrecimento, devido à sua ação termogênica. O preparo consiste em deixar raízes, cascas ou talos de molho por cerca de 30 minutos e, após esse período, acrescentar água e levar o gengibre ao fogo por mais de 30 minutos
Na panela: o gengibre pode ser utilizado no preparo de pratos doces e salgados da culinária. Pode ser encontrado desidratado, fresco, em conserva ou cristalizado. Cuide para não substituir uma forma pela outra nas receitas, pois seus sabores são distintos
Sucos: tem ação anti-inflamatória, favorecendo a eliminação de toxinas do organismo. O suco gera mais disposição para o corpo. Para ficar mais saboroso, bata no liquidificador com abacaxi, hortelã ou raspas da casca do limão
Pedaços: mastigar as lascas de gengibre, assim como chupar a bala, ajuda a aliviar a rouquidão e irritações na garganta, mas é preciso atenção, pois, elas somente mascaram a dor. O gengibre irá aliviar os sintomas até que o corpo se encarregue de curar a doença ou que seja necessária alguma conduta clínica.

O chá é um remédio caseiro eficaz na redução dos sintomas de garganta inflamada. Isso se deve primeiro à presença da água, importantíssima para o tratamento do problema, segundo pela temperatura mais morna. “Algumas pessoas obtêm alívio sintomático com alimentos quentes”, explica o infectologista Julival Ribeiro, consultor da Sociedade Brasileira de Infectologia (SBI).

Balas
As balas, principalmente de menta e hortelã, também são recursos muito usados para disfarçar os sintomas da garganta inflamada.

No entanto, usar pastilhas com anti-inflamatórios pode ser muito mais eficaz, como nos lembra Ribeiro. Mais uma vez, o ideal é investigar a causa desta inflamação antes de tentar cuidar delas em casa.

E o recado continua o mesmo: o alívio dos sintomas não significa melhora da causa do problema, que precisa ser investigada. Uma amigdalite ou faringite de origem bacteriana pode levar a sérias complicações, por isso o correto é buscar um serviço de saúde.

Quando procurar ajuda médica
O médico deve ser procurado quando a dor de garganta apresenta sintomas incômodos, como pus e dificuldade em engolir, tomar água ou mesmo deglutir a própria saliva. “Sintomas como febre e mal-estar também justificam buscar um médico”, frisa o infectologista Jean.

Pets